«

»

ago 19 2017

Imprensa MDM

Imprimir Post

VEJA SP – PREFEITURA COMEÇA A INSTALAR PORTÕES NO MINHOCÃO – INSEGURO PARA PEDESTRES. INCOMODIDADE PARA MORADORES

Veja São Paulo 1

Prefeitura começa a instalar portões no Minhocão

A medida, recomendada pelo Ministério Público,

tem o objetivo de limitar os horários de acesso dos pedestres ao local

Por Thaís OliveiraAdriana Farias

Publicado em 17 ago 2017

VEJA SP portões

Portão instalado em uma das alças de acesso do Minhocão:

ideia é limitar o público (Veja SP/Veja SP)

          Começaram a ser instalados no último sábado (12) portões de ferro nas alças que dão acesso ao Elevado João Goulart, conhecido como Minhocão. A medida acata uma recomendação do Ministério Público de São Paulo, que sugeriu a limitação de público no local, alegando perturbação à privacidade e ao sossego dos moradores do entorno.

          A prefeitura, no entanto, ainda estuda quais serão os dias e horários em que as grades ficarão fechadas. Enquanto a decisão não sai, os portões permanecerão abertos. Atualmente, o elevado é fechado para a circulação de veículos às 15h dos sábados e reaberto às 6h30 das segundas, mas não há limitação para pedestres.

          O inquérito da Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo foi enviado à prefeitura em 2016, ainda na gestão Haddad (PT), após uma reunião com os Consegs e associações de moradores da região. Após negociações, a Subprefeitura da Sé baixou neste ano uma portaria proibindo grandes eventos. Em contrapartida, o MP sugeriu a instalação dos portões. Além de incomodar os vizinhos, outro argumento dos promotores é que o Minhocão não foi projetado para circulação de pedestres; portanto, os anteparos nas laterais não seriam capazes de impedir uma possível queda nos oito metros de altura do viaduto, por exemplo.

          “Estamos cumprindo a determinação de segurança do MP e estudando qual a melhor alternativa para controlar multidões, mantendo o espaço aberto ao lazer”, explica o subprefeito da Sé, Eduardo Odloak.

          A prefeitura promete ainda a instalação de um parapeito formado por trepadeiras na pista do Minhocão, a um valor estimado em 3 milhões de reais, e outro jardim vertical na parte de baixo do viaduto, de 12 milhões de reais.

          O futuro do elevado é alvo de disputas e muita controvérsia. De um lado, entidades comunitárias defendem o desmonte total do Minhocão e criticam as medidas da gestão Doria para “maquiar” o problema, com a instalação dos corredores.

          “Queremos que [a região do Elevado] se transforme em uma avenida bonita, como a região do Pier Mauá, no Rio de Janeiro”, diz Francisco Machado, Vice-Presidente do Conselho de Segurança (CONSEG) dos bairros de Santa Cecília, Campos Elíseos, Barra Funda e Higienópolis.

          A associação Conselho Gestor do Parque Minhocão, por sua vez, discorda dessa ideia. A entidade defende a transformação do local em um parque e luta para que o acesso aos carros passe a encerrar mais cedo nos dias úteis, às 20h. “Com esses portões, vai ficar parecendo o cadeião de Pinheiros”, argumenta Cristiane Andreatta, coordenadora do conselho. “Além disso, pouco impede quem queira realmente usar entrar no parque [Minhocão] fora de horário”, completa.

https://vejasp.abril.com.br/cidades/prefeitura-comeca-a-instalar-portoes-no-minhocao/

http://www.minhocao.net.br/

https://www.facebook.com/movimentodesmontedominhocao/

[email protected]

Curti(1)Não Curti(0)

Sobre o autor

Imprensa MDM

Imprensa MDM

Link permanente para este artigo: http://www.minhocao.net.br/?p=40520