«

»

ago 27 2017

Imprensa MDM

Imprimir Post

MINHOCÃO: MAQUIAR OU DESMONTAR? – Para uma cidade mais “humana e inclusiva” urge desmontar o monstrengo

Desmonte MDM log

Rede Nossa São Paulo

           Notícia veiculada pela Rede Nossa São Paulo, em 21/08/17,  a respeito da instalação de portões ordenativos no Elevado João Goulart – Minhocão – pela Prefeitura, por Recomendação do Ministério Público informa que “a iniciativa da Prefeitura, de instalar portões nas alças de acesso ao Elevado João Goulart, conhecido como Minhocão, é motivo de críticas por parte da Rede Nossa São Paulo” e que esta “é contra instalação de portões nos acessos ao Minhocão”.

          O coordenador-geral da organização, Jorge Abrahão, considera que a medida se contrapõe à ideia de cidades mais humanas e inclusivas”.

          A matéria informa que “os portões de ferro nas alças de acesso ao Minhocão começaram a ser instalado no dia 12 de agosto.

          De acordo com a Prefeitura, a medida acata uma recomendação do Ministério Público de São Paulo, que sugeriu a limitação de público no local, alegando perturbação à privacidade e ao sossego dos moradores do entorno”. (…)

http://www.nossasaopaulo.org.br/noticias/rede-nossa-sao-paulo-e-contra-instalacao-de-portoes-nos-acessos-ao-minhocao

          Em Nota distribuída à imprensa, associações e lideranças comunitárias, moradores, comerciantes e nas redes sociais, o Diretor de Imprensa do MDM – Movimento Desmonte Minhocão, Francisco Machado pergunta e esclarece:

          “Os parques da cidade de São Paulo – Ibirapuera, Luz, Carmo etc – não tem portões,  com horários  de abrir e fechar?

          Porque seria diferente no alegado “parque Minhocão”?

          A Rede Nossa São Paulo verificou e informou-se das razões fundamentadas do Ministério Público,  para sua Promotoria de Justiça Urbanismo e Habitação emitir a mencionada prudente e oportuna RECOMENDAÇÃO?

          Não há a agravante de que o pretenso “parque Minhocão” seria em local inadequado, num viaduto, a 8 metros de altura, sem nenhuma condição de segurança para os usuários, conforme Laudo Técnico do Comando do Corpo de Bombeiros?

          O Minhocão é um viaduto considerado uma aberração urbanística.

          Imposto à população na época da ditadura é um viaduto de 2 kms 80 metros, passando no meio de prédios residenciais, causando uma série de problemas de segurança, saúde, incomodidade insuportável etc  para os mais de 230 mil moradores.

          Trata-se de um problema estrutural e que não se resolve torrando dinheiro público ou privado para maquiar o monstrengo do Minhocão.

          Pleitear o desmonte do famigerado Minhocão é trazer o progresso à região, com bela e turística avenida ou boulevard, ligando os Parques da Água Branca com a Praça Roosevelt e Parque Augusta.

          Pleitear o desmonte do famigerado Minhocão, isso sim é tornar a cidade de São Paulo mais humana e inclusiva.

          Não constitui um retrocesso querer se apegar a uma estrutura velha,  de 46 anos, degradada, com mais de 1.500 pontos de infiltração e que só traz problemas e gastos para a Prefeitura”?

 

Internautas comentam

nota da Rede Nossa São Paulo

 

De: Artur Monteiro [[email protected]]

Enviado: quarta-feira, 30 de agosto de 2017 7:47

Para: Fale Conosco

Assunto: Nota do Coordenador Geral sobre os portões do Minhocão

           Me chamo Artur Monteiro, sou um dos diretores do Movimento Desmonte Minhocão, Diretor de assuntos sociais e comunitários do Conseg Bela Vista – Liberdade e República, Conselheiro Participativo Municipal da Regional Sé pelo Distrito República do qual o Minhocão faz parte, entre outros cargos de liderança.

          Peço uma retratação imediata da Rede Nossa São Paulo sobre o comentário do Coordenador Geral que não concorda com as instalações dos portões nas alças de acesso do Minhocão.

          Como também uma reunião com as lideranças da região para expor os problemas que temos com essa estrutura.

Rede Nossa São Paulo responde

 

De: Fale Conosco [mailto:[email protected]]

Enviada em: sexta-feira, 1 de setembro de 2017 16:40

Para: Artur Monteiro

Assunto: RES: Nota do Coordenador Geral sobre os portões do Minhocão

          Prezado Artur,

          Obrigado pelo contato.

          A Rede Nossa São Paulo entende que o estabelecimento de portões ou qualquer outro tipo de obstáculo que impeça o acesso da população ao espaço público não contribui para a construção de cidades mais humanas e inclusivas.

          Como essa é uma opinião da organização, por mais que alguns grupos da região tenham divergências, não vemos a necessidade de retratação, uma vez que compreendemos que visões e opiniões diferentes sobre a cidade são importantes e até mesmo saudáveis para o debate público.

          Reforçamos que também estamos abertos ao diálogo e à construção de alternativas.

          Atenciosamente,

          Jorge Abrahão

          Coordenador geral da Rede Nossa São Paulo

           www.nossasaopaulo.org.br

 

Em 01/09/2017 20:51, “Artur Monteiro” <[email protected]> escreveu:

          A Rede Nossa São Paulo deveria antes de opinar sobre as apropriações dos espaços públicos, SABER E ENTENDER, QUE NEM TODOS OS ESPAÇOS PÚBLICOS DEVERM SER OCUPADOS.

          Como é o caso do elevado Minhocão. Que foi construído para viário e NÃO OFERECE SEGURANÇA aos seus frequentadores.

          A Rede Nossa São Paulo está indo na contra mão das Leis vigentes, inclusive com várias Recomendações do Ministério Público, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana e Conselhos de Segurança, entre outras lideranças locais que defendem a segurança de seus frequentadores e moradores lindeiros a essa estrutura.

          Novamente PEÇO UMA RETRATAÇÃO IMEDIATA.

          Artur Monteiro

 

Presidente do CONSEG – Conselho de Segurança – Consolação apoia a instalação de portões ordenativos e lamenta nota da Rede Nossa São Paulo

 

Marta Campoamor <[email protected]>

          Prezados

          Não é é primeira vez nossos desencontros com a Rede.

          Lamentável querer por a qualquer custo o uso da cidade, INCLUSIVE até quando vá contra a segurança dos próprios munícipes.

          Essa “mania” de ocupar a cidade como se a mesma nunca tivesse sido nossa.

          Reitero: lamentável, fora de tempo e circunstância.

          EGOÍSMO EXTREMO contra quem sofre com o Minhocão.

*     *     *

Curti(0)Não Curti(0)

Sobre o autor

Imprensa MDM

Imprensa MDM

Link permanente para este artigo: http://www.minhocao.net.br/?p=40526