MINHOCÃO: VEREADOR DENUNCIA CONTRADIÇÕES DA PREFEITURA

231ª SESSÃO ORDINÁRIA – 17ª LEGISLATURA

DATA: 11 DE DEZEMBRO DE 2019

LOCAL: PLENÁRIO 1º DE MAIO

          SR. PRESIDENTE (Eduardo Tuma – PSDB) –Tem a palavra, para encaminhar a votação, o nobre Vereador Caio Miranda Carneiro.

            SR. CAIO MIRANDA CARNEIRO (PSB) – Obrigado, Sr. Presidente, eu vou aproveitar, mais uma vez, pela última vez, o orçamento tem vários pontos positivos, vários pontos que foram criticados. (…) 

          Agora, vou falar de outro problema. Em novembro foi veiculada uma matéria na Veja São Paulo que a Prefeitura teria desistido de implementar o “maldito” Parque do Minhocão e é mentira que desistiu. Eu denuncio isso o tempo todo. São Paulo tem mais de 107 parques e mais de 5.500 praças e o problema de manutenção e preservação dessas áreas é muito grave, especialmente na periferia.

          Parque e praça na periferia precisa de investimento e de manutenção, mas mesmo com esse cenário, a Prefeitura está querendo pegar o Minhocão, um viaduto que vai fazer 50 anos e fazer um parque. Mas, isso é impopular, afinal a população sabe que não é prioridade da Cidade enterrar milhões de reais aqui no viaduto numa região central, que já tem outras opções de praças e parques, que tem o Parque Augusta, que vai sair do papel agora e está com a obra em andamento. Ao em vez de investir aqui, onde já se tem opção, tinha que se investir na periferia. Mas, não.

          A Prefeitura falou que desistiu, mas na verdade a licitação de três milhões de reais para colocar gradil no Minhocão já está acontecendo. O Minhocão está parcialmente interditado para colocar umas grades chinfrins – mostrei as fotos aqui ontem –, grade que não irá trazer segurança coisa nenhuma, 3 milhões de reais. O Tribunal de Contas foi questionado e os conselheiros se acovardaram e mandaram seguir com essa licitação vergonhosa.

          Qual é a desculpa deles? É segurança. Imaginem vocês, o Minhocão, desde a época da Luiza Erundina é fechado aos domingos, é fechado de madrugada, a São Silvestre passando por lá e nunca morreu ninguém. Agora, eles acharam que o gradil é baixo e vão gastar 3 milhões.

          Mas, não para por aí, 3,8 milhões para licitar um projeto de escadinha e de acessos para o Minhocão que, a essa altura, deve estar alagado num grande piscinão suspenso, como ficou ontem. E, no orçamento, no detalhamento de ações da Prefeitura para o ano de 2020, estão previstos 27 milhões de reais do Fundo Municipal de Desenvolvimento Social. Para quê? Para construção e implementação do Parque do Minhocão.

          Isso quer dizer que o dinheiro das privatizações, que está indo para esse fundo, que deveria ser usado para investimentos nas áreas de saúde, segurança, habitação, transporte, mobilidade urbana, assistência social,  está indo para fazer um parque “meia boca” num viaduto antigo, cuja estrutura está velha, precisaria de um grande investimento. Inclusive, olhem que curiosidade, a Prefeitura está licitando uma auditoria, uma vistoria estrutural no viaduto. Então, antes de verem se o viaduto tem condição de permanecer em pé, já estão fazendo o gradil, estão destinando 27 milhões para fazer um parque numa região que não tem essa necessidade mais do que outras, que precisam de parques, e a Prefeitura dizendo “não, desistimos do Parque do Minhocão”.

          Então, essa é a grande “sacanagem” e sou totalmente contra. Como o Orçamento é uma Peça que envolve vários assuntos, faço esse encaminhamento de voto para dizer que mesmo com esses 27 milhões, brigaremos até o final, pois se depender de mim, não sairá um centavo desse fundo para fazer esse “maldito” parque.

          E, se a Prefeitura quiser fazer o Parque do Minhocão, que tenha a hombridade de chegar para a população de São Paulo e dizer: “a nossa prioridade é investir nesse parque, mesmo contra a vontade de vocês, nós vamos fazer esse parque”, porque tem gente interessada nisso  aí e é importante para algum setor, que já prometeu esse parque e agora tem de entregar essa fatura.

          Essa é a verdade, esse parque não interessa para quem mora no entorno, esse parque não interessa para quem mora na periferia, esse parque não interessa para quem quer moradia, quer cultura. Esse parque interessa a meia dúzia de pessoas que não estão preocupadas com a realidade que existe embaixo do Minhocão. Porque embaixo continua aquela situação de pessoas em situação de rua, poluição, degradação, um problema gravíssimo, em que um bairro não conversa com outro, a pé. Ninguém cruza o Minhocão por baixo, porque aquilo é perigoso, é sujo, é nojento.

          Então, a Prefeitura tem de assumir para a população que quer botar 27 milhões para começar, vai passar de 50, 70 milhões com essa brincadeira do Parque do Minhocão. Faço esse registro para dizer que o meu voto no Orçamento é com essa ressalva: sou totalmente contra isso, vamos entrar na Justiça, vamos infernizar, porque no que depender de mim, não sai um centavo do Fundo de Desenvolvimento Social para fazer Parque do Minhocão. Invistam no Parque do Carmo, no Parque do Rodeio, nos parques da periferia. É preciso muito mais do que o Parque do Minhocão.

          Obrigado, Sr. Presidente.

          (…)

https://youtu.be/-Cy3SMvjDck 

https://www.minhocao.net.br/

 https://www.facebook.com/movimentodesmontedominhocao/

 [email protected] 

 

 

 

 

Curti(1)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: https://www.minhocao.net.br/minhocao-vereador-denuncia-contradicoes-da-prefeitura/

Deixe uma resposta