fev 17 2019

Imprensa MDM

Minhocão: moradora e Vereador questionam a Prefeitura sobre discriminação – Nova relação o inclui na lista de viadutos a serem vistoriados

painel do leitor

11/2/2019

Grandes tragédias têm raiz em descaso de autoridades, comenta leitor

Pra leitores, tragédias no centro de treinamento do Flamengo e em Brumadinho

poderiam ter sido evitadas

(…)

Viadutos paulistanos

          Alguém sabe informar porque a Prefeitura não incluiu o Minhocão na lista de vistoria dos viadutos de São Paulo?

          Ele completou 48 anos de uso, tem dezenas de infiltrações, mato cresce nas juntas, sem manutenção. 

          Marlene Klaiom da Silveira (SP)

https://www1.folha.uol.com.br/paineldoleitor/2019/02/grandes-tragedias-tem-raiz-em-descaso-de-autoridades-comenta-leitor.shtml

   

Prefeitura inicia cronograma de análise técnica em mais 39 pontes, viadutos e passarelas

Após concordância do Tribunal de Contas para contratação de laudos estruturais sem a vistoria visual, trabalhos são adiantados em mais de 30 dias

          Após a Prefeitura conseguir a concordância do Tribunal de Contas do Município (TCM) de realizar a contratação de laudos estruturais para pontes e viadutos sem a necessidade de vistorias visuais, a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) iniciou a elaboração de um cronograma para estabelecer um plano de trabalho com as empresas com melhor qualificação técnica no chamamento público para análise de mais 39 pontes, viadutos e passarelas. Até o momento foram inspecionadas 33. A concordância do TCM permitirá que a PMSP realize os trabalhos com um ganho de tempo de pelo menos um mês. (…)          

                   Lista das 39 Obras de Arte Especiais:

Viaduto Glicério

Viaduto Domingos de Moraes

Viaduto Pacaembu (sobre o trem)

Passarela Ciccillo Matarazzo

Viaduto Incinerador Vergueiro

Ponte Piqueri

Viaduto Bresser

Viaduto Arapuã

Passarela do INCOR

Viaduto Jacareí

Ponte do Jaguaré

Elevado Artur Costa e Silva

Ponte Júlio de Mesquita Neto

Viaduto José Colassuonno (…) 

https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/obras/noticias/?p=270620

 

*     *     *

https://www.minhocao.net.br/

https://www.facebook.com/movimentodesmontedominhocao/

[email protected]

 

 

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: https://www.minhocao.net.br/?p=41301

fev 15 2019

Imprensa MDM

Minhocão: Vigilância Sanitária adverte para presença de animais maléficos à saúde, infiltrações e poças de água parada

NR: ante o estado insalubre e deplorável em que se encontra a parte debaixo

do Elevado João Goulart – Minhocão, o Vereador Caio Miranda, morador da região,

solicitou a Secretaria de Saúde – Vigilância Sanitária – que realizasse vistoria,

haja visto que no local encontram-se dezenas de moradores em situação de rua,

além do risco para milhares de moradores e transeuntes de eventuais focos de dengue etc.

          Em Ofício ao Secretário Municipal de Saúde, Sr. Edson Aparecido, o Vereador Caio Miranda escreve que “atendendo a demanda de munícipes, solicito que seja encaminhado o relatório mais atual sobre o acompanhamento  dos indicadores  epidemiológicos, nos arredores do Elevado João Goulart – “Minhocão”. Solicito também que seja realizada inspeção e busca por focos transmissores destas doenças (Dengue, Zika, Chikungunya) ao longo da estrutura de todo o Elevado João Goulart – “Minhocão“. 

 

            Em resposta, a SIVISA – Sistema de Informação em Vigilância Sanitária – informa que realizou a solicitada vistoria e que “em inspeção realizada pelos agentes de controle de endemias, foi considerado em todo a extensão inferior do Elevado João Goulart  que havia grande quantidade de lixo e materiais inserviveis.

           Havia no local  diversos moradores em situação de rua, os quais foram alertados sobre os riscos à Saúde devido a presença de animais sinantrópicos (…).

           Foi observado que havia no local infiltrações na estrutura de concreto e foram encontrados focos de água parada“. (…)

          O que são “animais sinantrópicos“? Segundo a Secretaria de Saúde, “Sinantrópico é junção de “sin” (simultâneo) e “antrópico” (relativo ao ser humano). Ou seja, as espécies agrupadas dessa forma são aquelas que se adaptaram ao estilo de vida das pessoas e convivem com elas, mas não em harmonia. A maioria desses animais vive do nosso lixo e podem transmitir doenças para nós e para nossos animais de estimação“. (1)

          Quais são os principais animais sinantrópicos? 

Baratas e moscas – Transmitem diversas doenças 

 

Ratazanas – Podem transmitir principalmente a leptospirose e outras doenças

          O Aedes aegypti, famoso por transmitir a dengue e a febre amarela

e o não tão famosoLutzomyia longipalpis, transmissor da leishmaniose.

Este mosquito possui uma característica diferente dos outros:

ao invés de se reproduzir em água parada,

prefere fazê-lo no meio do lixo orgânico exposto.

Mais um motivo para fazer compostagem dos resíduos.

O morcego é o principal agente transmissor da raiva

 

(1)  https://www.ecycle.com.br/component/content/article/67-dia-a-dia/2640-animais-antropicos-o-que-soa-como-evitar-cuidados-casa-lixo-adaptar-vida-urbana-transmitir-doencas-humano-pombas-ratos-escorpiao-barata-mosca-mosquito-morcego-evitar-abrigo-alimento-agua.html

https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/controle_de_zoonoses/animais_sinantropicos/index.php?p=4378

 

 

   

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: https://www.minhocao.net.br/?p=41281

fev 07 2019

Imprensa MDM

O Estado de São Paulo – Direto da Fonte – “Minhocão Ignorado” – Ofício do Vereador Caio Miranda ao Prefeito Bruno Covas

Minhocão ignorado

 

Direto da Fonte

Sonia Racy

O Estado de São Paulo  – 7/2/2019 – Caderno 2 – P. 2

*     *    *

NR: Ofício do Vereador Caio Miranda ao Sr. Prefeito Bruno Covas

 

São Paulo, 18 de janeiro de 2019.

Ao Senhor

Prefeito BRUNO COVAS

Comitê de Crise de Pontes e Viadutos

Viaduto do Chá, 15 – Edifício Matarazzo – Centro – São Paulo – SP 

CEP 01035-000

 

Assunto: Solicitação de esclarecimentos em relação à vistoria e inspeção de pontes e viadutos, em especial o Viaduto Elevado Presidente João Goulart (Minhocão)

  

    Senhor Prefeito,

 

    Cumprimentando-o respeitosamente, venho a Vossa Senhoria solicitar esclarecimentos em relação ao andamento e situação das inspeções de viadutos e pontes da capital, tendo em vista o caso de desnivelamento ocorrido em viaduto na Marginal Pinheiros, no dia 15 de novembro de 2018. 

 

    Conforme informações publicizadas a partir de notícias divulgadas pelos veículos de mídia, foram selecionados 33 obras de arte a serem examinadas nos próximos dias, a saber: Ponte Jânio Quadros, Ponte Freguesia do Ó, Ponte Cidade Universitária, Ponte Eusébio Matoso, Ponte Eng. Roberto Rossi Zuccolo, Ponte Cruzeiro do Sul, Ponte do Limão, Ponte do Tatuapé, Ponte Aricanduva, Ponte da Casa Verde, Ponte das Bandeiras, Ponte e Viaduto Presidente Dutra, Viaduto Elias Nagin Brein, Viaduto Naor Guelfi, Viaduto Miguel Mofarrej, Viaduto Pacheco Chaves, Viaduto General Olimpio da Silveira, Viaduto Alberto Badra, Viaduto Carlos Ferraci, Viaduto Alcântara Machado, Viaduto Brigadeiro Luiz Antônio, Viaduto Gal. Euclides Figueiredo, Viaduto Gal. Marcondes Salgado, Viaduto Gal. Milton Tavares de Souza, Viaduto Jabaquara, Viaduto João Julião C. Aguiar, Viaduto Major Quedinho, Viaduto Paraiso, Viaduto Pedro de Toledo, Viaduto Washington Luiz, Viaduto Grande SP, Viaduto Gazeta do Ipiranga e Complexo Mackenzie.

 

    Note-se que, apesar da extensa lista, diversas obras com conhecidos problemas estruturais e de segurança não foram incluídas na lista para vistoria técnica, notadamente, entre eles, o Viaduto Elevado João Goulart (Minhocão).

 

    Assim, gostaria de solicitar os seguintes esclarecimentos:

 

  1. Quais foram os critérios de escolha dos Viadutos e Pontes a serem vistoriados neste primeiro momento?
  2. Há previsão de vistoria de outros Viadutos e Pontes que não os elencados acima?
  3. O Comitê de Crise de Pontes e Viadutos possui laudo técnico que ateste a atual situação estrutural do Viaduto Elevado João Goulart (Minhocão)? Se sim, qual é ela?
  4. Há previsão de vistoria ao Viaduto Elevado João Goulart (Minhocão)? Se não, por qual razão?

 

    Sem mais para o momento, aguardo retorno e aproveito o ensejo para colocar meu Gabinete à Vossa disposição para todos os assuntos que nos forem comuns.

 

    Atenciosamente,

 

    Caio Miranda Carneiro

    Vereador

*     *     *

https://www.minhocao.net.br/

https://www.facebook.com/movimentodesmontedominhocao/

[email protected]

 

 

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: https://www.minhocao.net.br/?p=41275

fev 06 2019

Imprensa MDM

MINHOCÃO DISCRIMINADO DA LISTA DE VISTORIA A VIADUTOS

 

MINHOCÃO DISCRIMINADO

DA LISTA DE VISTORIA A VIADUTOS 

 

          São Paulo – O preocupante estado precário e a falta de manutenção dos viadutos da cidade ocupam os noticiários, tendo alguns já  tendo sido vetados ao trânsito, como o de Pinheiros e a um dos acessos a Via Dutra.

Viaduto da pista expressa da Marginal Pinheiros, próximo à Ponte do Jaguaré,

na direção da Castelo Branco, zona oeste da cidade de São Paulo, cedeu,

ocorrendo deslocamento da pista, cerca de um metro.

          “A ponte Cidade Jardim e outras cinco em SP correm risco iminente de colapso, diz vistoria”, informa a mídia. (*)  

         Diante da lamentável e preocupante situação de segurança aos usuários, a Prefeitura elaborou lista de viadutos a serem vistoriados.

          Causou perplexidade aos milhares de moradores que residem/trabalham ao longo e no entorno do Viaduto João Goulart – Minhocão – que este tenha sido discriminado e não constar da referida lista.

          Como é de conhecimento geral, o polêmico Minhocão, é considerado pelos mais renomados urbanistas como “aberração urbanística”, haja visto ser viaduto passando no meio de prédios residenciais, vitimando milhares de moradores com problemas graves de saúde, falta de segurança, invasão de privacidade e “incomodidade insuportável”, conforme caracterização do Promotor de Justiça e Urbanismo e Habitação do Ministério Público, Dr. César Martins.

          O Minhocão acaba de completar 48 anos de uso, sem manutenção, apresenta centenas de pontos de infiltração e árvores daninhas crescem em suas juntas, comprometendo sua estrutura.     

Para assistir o video do estado  atual do Minhocão,

clique no link abaixo   

O Vereador Caio Miranda, morador da região, enviou Ofício ao órgão competente, solicitando informações do porque o Minhocão foi discriminado da lista dos viadutos a serem vistoriados e uma posição da Prefeitura.

          Até o momento, lamentávelmente, a resposta foi o silêncio…

          Tragédia anunciada? 

https://www.minhocao.net.br/

https://www.facebook.com/movimentodesmontedominhocao/

[email protected]

(*) https://www1.folha.uol.com.br/amp/cotidiano/2019/02/ponte-cidade-jardim-e-outras-cinco-em-sp-correm-risco-iminente-de-colapso-diz-vistoria.shtml?

 

 

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: https://www.minhocao.net.br/?p=41267

jan 27 2019

Imprensa MDM

“Não acho (o Projeto do desmonte do Minhocão) um retrocesso. Acho um avanço. Parque embaixo, com as árvores na terra”, afirma moradora.

 

“Não acho um retrocesso

(o Projeto do desmonte do Minhocão)

Acho um avanço.

Parque embaixo, com as árvores na terra”.

     Afirmou Rosana Santarosa, ex-Conselheira Participativa da Subprefeitura-Sé e moradora da região,na  15ª Audiência Pública da Comissão de Justiça e Legislação Participativa/18, na Câmara Municipal de São Paulo,  durante a qual o Vereador  Caio Miranda apresentou seu Projeto de Lei 098/2018,  que autoriza o Prefeito a desmontar o Elevado João Goulart (Minhocão).

 

     O Minhocão completou 48 anos de  uso (inaugurado em janeiro de 1971), sem manutenção,  tendo 2 kms e 800 metros. Corta quatro bairros do centro, passando no meio de prédios residenciais.

     A estrutura do Minhocão agride a saúde de milhares de moradores (altos índices das poluições atmosférica, sonora e visual), praticamente sem segurança, provoca invasão de privacidade e gera “incomodidade insuportável”, como qualificou a situação o Promotor de Justiça de Habitação e Urbanismo do Ministério Público, Dr. César Martins. 

          Apresentamos a seguir, mais intervenções de moradores na referida Audiência Pública, se posicionando a favor do referido PL e a favor do desmonte da estrutura do Minhocão, para reurbanização e requalificação dessa importante área central de São Paulo.

          Sra Rosana Santarosa, ex-Conselheira Participativa Sé e moradora: (…) Eu também sou a favor do uso cidadão.

          Eu também achei a apresentação da Yara, simples.  

          (NR: exposição da especialista Dra. Yara Goes, que desmistificou e desmentiu as fake News sobre o desmonte e apresentou o projeto técnico, da eliminação da mencionada estrutura).

        E eu sou conservadora.

        Só que eu sou a favor do desmonte.

        Eu sou conservadora porque acho que a gente tem  que andar no chão e não  tem que  ficar andando lá em cima no parque, não.

        Mas a gente não anda no chão, debaixo do elevado, porque é insuportável ali. Por causa do ruído. Por causa da poluição visual.

        Aquela foto do parque é muito bonita. Ela é toda branquinha. Quem viu a troca do forro alguns anos (atrás) que teve debaixo do elevado, viu que aquilo não durou um mês branquinho…  Logo ficou preto.

        Eu achei simples a apresentação da Yara e a parabenizo, porque ela é simples. Porque não precisa ser um PHD ou alguém que entende de nanopartículas, para entender a apresentação dela. Ela fêz uma apresentação para todo mundo. E quem quiser maiores detalhes, o pessoal do desmonte está disponível para apresentar maiores detalhes.

        E eu sou a favor do uso cidadão. Uso do cidadão daquele lugar, pelo cidadão. Mas qual cidadão? Todo cidadão, não só aquele  que pode ficar passeando lá em cima, ou andando  de bicicleta.  Mas o cidadão que está levando o filho para a escola.  Que está indo para o Pronto-Socorro. Que está se deslocando do trabalho.

        E quem anda ali embaixo, vê… no último sábado , por exemplo, eu aproveitei para observar. Tinha ali, centenas de pessoas se deslocando embaixo, por várias razões. E tinha uma meia dúzia passeando em cima.  

        Então, porque a pessoa, porque o cidadão que anda  embaixo, ele tem que ser penalizado, em detrimento do lazer daquele que passeia em cima? De segunda a sábado, a maioria das pessoas estão trabalhando, cuidando de seus filhos , indo  estudar. 

        Então, o cenário de domingo, pode ser até muito bonito. Mas de segunda a sábado, a situação … porque inclusive ali é uma área comercial, funciona muito, a situação é diferente.

        Então eu achei realmente a apresentação excelente. Simples.

        Eu sou a favor do uso cidadão.

        E outra coisa: tem uma ciclovia lá embaixo. Mas ela é tão insuportável, e tem um monte de pilar da estrutura que você tem que ir desviando, aquela poluição, é tudo escuro… é tão horrível, que ninguém quer andar na ciclovia lá embaixo. Todo mundo quer andar lá em cima.

O ESTADO DE SÃO PAULO

9/08/15 – Chamada na 1ª página

“Ciclovia sem Minhocão

– Saúde para a população”

Faixa exibida por centenas de moradores

na inauguração da ciclovia debaixo do Minhocão

Prefeito é cercado na ciclovia

– Manifestantes entregam carta e pedem demolição

 

Minhocão: pilastra de sustentação avariada

 

        Então eu realmente espero… eu não acho que é um retrocesso (NR: referindo-se a fala do vereador Police Neto), eu acho que isso é um avanço  e que da próxima vez o projeto de parque  não exista lá em cima, mas que o parque seja lá embaixo, com as árvores na terra e a gente caminhando (palmas). 

        E a yoga. Eu não sou contra a yoga. Mas enquanto tem gente fazendo yoga lá em cima, as pessoas caminhando lá embaixo, na poluição, na poluição sonora, visual e do ar “(…). 

        César Rik, Síndico e morador: Meu nome é César.

        Sou morador também de frente do Minhocão.

        E gostaria de fazer uma pergunta: quem conhece  o parque elevado em Nova York, o High Line?

        Lá, aquela beleza, linda, que valorizou mais de 30% os imóveis da região,  tem um Regulamento, que funciona todos os dias, das 7 às 19 horas. No verão, até as 23 (horas). 

        Não andam de bicicleta.

        Nem de skate.

        Nem de patim.

        Não anda cachorro.

        Não se fuma.

        Não  tem aglomeração de pessoas.

        Será que voces vão conseguir fazer isso no parque Minhocão?

        Com a nossa educação que temos?

        Agora, embaixo desse parque existe o que?

        Existe todo um planejamento urbanístico embaixo.

        Não existem moradores de rua embaixo.

        Não existem degradações.

        É tudo valorizado.

        E custou 180 milhões de dólares (adaptação da linha férrea ao High Line).

        Ao custo de 3 milhões de dólares ao ano, para poder ter a conservação daquele parque.

        A Prefeitura tem esse dinheiro?

        O parque Minhocão vai sustentar?

        Eu vou ser bem suscinto.  (palmas)

 

The following are not permitted on the High Line:

  • Walking in planting beds
  • Picking flowers or plants
  • Throwing objects
  • Sitting on railings or climbing on any part of the High Line
  • Bicycles
  • Use of skateboards, skates, or recreational scooters
  • Amplified sound, except by permit
  • Solicitation
  • Commercial activity, except by permit or otherwise authorized
  • Littering
  • Obstructing entrances or paths
  • Drinking alcohol, except in authorized areas
  • Film or photography requiring equipment or exclusive use of an area, except by permit
  • Events or gatherings greater than 20 persons, except by permit
  • Smoking
  • Dogs

 

   O seguinte não é permitido na High Line:

 

  • Andar nos canteiros
  • Colher flores ou plantas
  • jogar objetos
  • Sentar em trilhos ou subindo em qualquer parte da High Line
  • Bicicletas
  • Uso de skates, patins ou scooters recreativas
  • Som amplificado, exceto por permissão
  • Atividade comercial, exceto por permissão ou de outra forma autorizada
  • Lixo
  • Obstruir entradas ou caminhos
  • Beber álcool, exceto em áreas autorizadas
  • Filmar ou fotografar que requer equipamento ou uso exclusivo de uma área, exceto por permissão
  • Eventos ou reuniões maiores que 20 pessoas, exceto com permissão
  • fumar
  • Cães

https://www.thehighline.org/visit/

 

 

 

 

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: https://www.minhocao.net.br/?p=41242

Posts mais antigos «