MINHOCÃO: “ESSA ATROCIDADE URBANA DEVERIA SER SUMARIAMENTE DEMOLIDA”, AFIRMA DR. RICARDO JARDIM, COM MESTRADO EM BOTÂNICA, PAISAGISTA E ESCRITOR

  

PROGRAMA PERGUNTAR NÃO OFENDE

28/02/19

          Augusto Nunes entrevista Ricardo Cardim, com Mestrado em botânica, paisagista e que  acaba de lançar o livro “Remanescentes da Mata Atlântica“.          Augusto Nunes: Eu queria que você falasse o que você acha dessa idéia de transformar o Minhocão, essa excrecência, em parque?         

          Ricardo Jardim:  Primeiro:  eu acho que essa atrocidade urbana deveria ser sumariamente demolida.

          Assim como foi feito na Perimetral no Rio de Janeiro.

 

          Mas é claro que a gente precisa ter metrô, precisa ter transporte público para suprir esse fluxo de carro. Precisa ter estudo.

          E eu acho que ali jamais poderia ser feito um parque. Não é um local para um parque.

          Ali deveria ser devolvida a vista aos cidadãos que compraram aqueles  apartamentos e que foram roubados.

          Eu acho que deveria ter embaixo uma avenida bem arborizada, com passeios permeáveis.

          Enfim, devolver a cidade para aquele ponto.

          E parque no Minhocão não funciona porque a manutenção é extremamente complicada, quando a gente fala de jardim sobre laje.

          Precisa ter irrigação constante, precisa ter cuidado constante.

          Não faz sombra direito, porque não consegue ter biomassa vegetal.

          É um problema muito sério.

          Eu jamais recomendaria fazer um parque no Minhocão. (…) 

*          *          *

          NR: aos 31 minutos do video, questionamento sobre Minhocão. Desmonte ou parque?

https://www.youtube.com/watch?v=u8pcDJkWSOk&feature=youtu.be&fbclid=IwAR1QE-cpPE

mNcrE1FAc2NiI9rw50T_p1EeuZOi3b_RfRWy-tRj8tL6iAHqc

 

 

 

 

 

 

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: https://www.minhocao.net.br/minhocao-essa-atrocidade-urbana-deveria-ser-sumariamente-demolida-afirma-dr-ricardo-jardim-com-mestrado-em-botanica-paisagista-e-escritor/

Deixe uma resposta