fev 13 2018

Imprensa MDM

“O prefeito vetou a possibilidade de desmonte (do Minhocão). Além de ilegal (está prevista, como possibilidade, no PDE)”, afirma Nabil Bonduki

email dos leitores log

O MDM tem uma notícia para você

Folha de São P

São Paulo, 13 de fevereiro de 2018

Carnaval de rua e Minhocão mostram uma cidade para as pessoas

Nabil Bonduki

nabil Bonduki

          Em meio a tanta notícia ruim, os paulistanos têm algo para comemorar: a consolidação do carnaval de rua e o avanço no fechamento do Minhocão para os automóveis. (…) 

          São Paulo inovou com o PDE (Plano Diretor Estratégico) de 2014 e com políticas públicas nele inspiradas, que apontam para uma nova cultura urbana. (…)

          O PDE estabeleceu que o elevado, uma excrescência viária, deve ser desativado para o tráfego até 2029 e que uma lei definiria seu destino entre a transformação em parque ou o desmonte. (…)            

          Lei de iniciativa do Legislativo, sancionada por Doria (…) deu prazo de dois anos para a prefeitura elaborar um PIU (Plano de Intervenção Urbana) para a área.   

          Equivocadamente, o prefeito vetou a possibilidade de desmonte.

          Além de ilegal (está prevista, como possibilidade, no PDE), essa alternativa não pode ser descartada de antemão, devendo ser estudada e debatida no PIU. (…)

           Nabil Bonduki

 Arquiteto e urbanista, é professor da FAU-USP. Em São Paulo, foi vereador, relator do Plano Diretor Estratégico e secretário municipal de Cultura. É autor de 12 livros. Escreve às terças-feiras.

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/nabil-bonduki/2018/02/carnaval-de-rua-e-minhocao-mostram-uma-cidade-para-as-pessoas.shtml?loggedpaywall#_

O Projeto de Lei sancionado pelo Prefeito João Agripino Dória Jr.

NR: os que desejarem podem solicitar o documento pelo email 

[email protected]

Doria aprova PL Police

Algumas repercussões na internet.

Paulo Henrique Camilo da Silva

          Um absurdo fechar o elevado por tanto tempo e nos finais de semana, 

eu votei nesse cara pensando que ele tinha aposentado essa idéia do Haddad, 

são todos iguais.

 

Vinícius Jareño Aarão – São Paulo 

          Vai estragar a região! 

          Vai se tornar a nova Cracolândia… 

          A violência vai subir absurdamente. 

          A região já é mal iluminada e cheia de usuários de crack 

que se espalharam pelo centro devido as ações desse prefeito. 

           Vai se tornar moradia pra essa galera toda.

https://www.terra.com.br/noticias/brasil/cidades/doria-autoriza-criacao-do-parque-muncipal-do-minhocao,d15c159f1c10305b8d2e5f9ddd3eb6eawamjtngd.html

Virna Alexandre

          Em vez de tratar dos moradores de rua, ficam inventando essas bobagens. 

          Aí os assaltos vão piorar. 

          Não vejo como haver valorização imobiliária. 

          Vai acabar virando uma favela.

 

Thiago Rapaci

          Só falta colocar policiamento lá… 

          um furto a cada 3 minutos.

 

Nico

          Que porcaria. 

          Esse vai ser o futuro parque Cracolandia..

          parabéns Prefeito!

 

http://casavogue.globo.com/Arquitetura/Cidade/noticia/2018/02/minhocao-sera-fechado-para-veiculos-aos-sabados-e-transformado-em-parque.html

 

Dalma Dias

          Vi a materia no SPTV tbm e alem de achar desonestas as alegaçoes do cara pró parque (de q os apartamentos sao pequenos e falta lazer nos arredores – enormes mentiras, visto q ate os aptos kitnet sao amplos e oq NAO FALTA é opçao de lazer por aqui), 

          achei péssimo q só chamaram quem era a favor. 

          Vcs nao foram chamados pra dar entrevista sobre a decisao?

 

          NR: o MDM – Movimento Desmonte Minhocão – não foi contactado para participar, democraticamente, do SPTV. 

          Sua Diretoria e membros sempre estiveram dispostos a conceder entrevistas,  

participar de programas e debates, quando convidados.

          O que lamentavelmente não ocorreu no mencionado SPTV, que apresentou uma visão unilateral, caolha e esquecendo que o bom jornalismo sempre procura ouvir as duas partes. 

 

Daniel Moreno: 

          Altos interesses por trás desse parque, hein. Muito militante profissional louco pra arrumar mais um lugar pra fazer proselitismo político. E o Doria sem perceber (ou fingindo que não percebe).

 

Carla P. Bergamo: 

          a cadeia do Maluf poderia ter sido num dos prédios bem do ladinho do minhocão.

Professor  Bonifácio 

          A cidade está cada vez mais suja, com parque ou sem parque a cidade só piora.

Wilson Bonifácio 

          Verdade Daniel , o elevado Costa e Silva  ( recuso-me a usar o novo nome) está um lixo.

          Várias áreas da cidade estão assim. Na Av Radial Leste, entre a garagem do metrô no Belém e o viaduto Bresser há uma favela que cresce todos os dias. O lugar é perigosíssimo devido ao trânsito pesado que passa por lá. Ninguém consegue fazer a remoção porque o lobby do padre Lancelotti é forte. Estão esperando uma tragédia.

Daniel Moreno 

          O projeto de desmontar já existe: Movimento Desmonte do Minhocão

Alê Straub 

          Desmontar seria outra opção. Como está não dá

Raquel Costa 

          acho que dá pra entrar com o MP pela ausência de audiências públicas sobre o projeto que impacta para os moradores.

Daniel Moreno 

          S.Paulo tem dezenas de parques, a maioria deles entregue à vadiagem e prostituição. 

          Cidade nenhuma precisa que o poder público gaste 150 milhões do contribuinte para supostamente “estimular” o comércio. 

          Quem estimula o comércio é rua segura, limpa, com vaga de estacionamento. 

          E isso tudo o estado é incapaz de proporcionar.

Daniel Moreno 

          Sim, e a solução foi proposta pelas pessoas, não pelo estado: desmontar o Minhocão, vender as vigas por 20 milhões de reais, e deixar a região florescer, sem a intervenção do estado. 

          Estado incapaz de varrer 5 km não tem autoridade pra criar um parque suspenso de 5km em cima da região que não varre, é bem lógico isso.

Daniel Moreno 

          O projeto de desmontar já existe: Movimento Desmonte do Minhocão

https://www.facebook.com/danielmoreno.movies/posts/1421584377969433?comment_id=1421634967964374&reply_comment_id=1421785151282689&ref=page_admin_newsletter&page_id=1514854288801240

 

http://www.minhocao.net.br/

 ttps://www.facebook.com/movimentodesmontedominhocao/

[email protected]

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: http://www.minhocao.net.br/?p=40790

fev 09 2018

Imprensa MDM

João Agripino Dória perpetua Minhocão de Maluf – Protesto do MDM repercute na mídia

OESP log mini

Minhocão passa a fechar aos sábados 

e 1h30 mais cedo durante a semana

Doria sanciona lei que restringe horário de funcionamento do Elevado,

veta hipótese de demolição da via e cria Parque Municipal do Minhocão

Juliana Diógenes,

O Estado de S.Paulo

08 Fevereiro 2018

     O prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) sancionou nesta quinta-feira, 8, uma lei que prevê em até 30 dias o fechamento do Elevado Presidente João Goulart, no centro de São Paulo, aos sábados o dia inteiro.

     Com a nova regulação, fica estabelecido também, em 90 dias, o bloqueio mais cedo durante a semana – às 20 horas, no lugar de fechar às 21h30, como ocorre atualmente. A via também passará a abrir às 7 horas e não mais às 6h30.

     Na lei aprovada nesta quinta, Doria vetou o fechamento, dentro de seis meses, nos meses de janeiro e julho, coincidindo com as férias escolares. A sanção foi publicada no Diário Oficial da Cidade desta quinta. (…)

Antes da alteração feita em 2015, o elevado era aberto para lazer somente aos domingos. De segunda à sexta, o tráfego no Minhocão já ficava fechado à noite (21h30 às 6h30).

Na justificativa para o veto, a Prefeitura argumenta que estudos técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ainda impedem o fechamento total para trânsito mesmo que somente no período de férias escolares. 

     “A redução do fluxo de veículos nessas épocas é de apenas 30%” – justifica a gestão Doria -, “insuficiente para diminuir significativamente os congestionamentos na cidade, tanto que boa parte das principais vias arteriais da malha continua operando próximo a seus limites de capacidade”. (…)

Demolição

     O Plano Diretor do município prevê que, em 20 anos, uma nova destinação para a estrutura tem de ser apresentada (seja o desmonte ou a criação de um parque). Mas no texto aprovado, o prefeito também vetou a possibilidade de demolição do Elevado. 

     A exclusão do item que previa estudos sobre a derrubada da estrutura irritou integrantes do Movimento Desmonte Minhocão (MDM). Para o diretor do grupo, Francisco Machado, o veto é um absurdo” “e atentatório à saúde e à segurança pública“.

     “O desmonte é um progresso.

      O Minhocão é considerado uma aberração urbanística porque passa no meio de prédios residenciais, provocando problemas de segurança, invasão de privacidade e incomodidade insuportável aos mais de 200 mil moradores dos quatro bairros por onde passa, diz Machado.

     Em dois anos, a administração municipal terá de apresentar um projeto de intervenção urbana (PIU). Neste estudo, somente duas hipóteses de destinação da área serão previstas: as transformações parcial e integral em parque.

     O PIU criará ainda propostas para a área ao redor do parque, e ainda instrumentos de controle e captura da valorização imobiliária decorrente das intervenções que serão feitas na região. 

     Do projeto de lei original, também foi rejeitado o item que determinava aplicação de transferência de R$ 100 mil de verba de publicidade da gestão para a Secretaria Municipal de Verde e Meio Ambiente em caso de descumprimento das obrigações e prazos da lei. 

Haddad

     Em março de 2016, o então prefeito Fernando Haddad (PT) já havia sancionado uma lei que criava o Parque Minhocão quando a estrutura estivesse fechada para veículos. 

     Na prática, a Prefeitura passou a se comprometer com a execução de serviços garantidos a parques da capital paulista, como varrição e segurança. Também foi recomendada a formação de um conselho gestor constituído por moradores da região para a criação de regras previstas para um parque. 

     Na ocasião, Haddad disse que a discussão sobre a demolição da via era “precipitada”  porque o debate não estava suficientemente amadurecido.

http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,minhocao-passa-a-fechar-aos-sabados-e-1h30-mais-cedo-durante-a-semana,70002182839

*     *     *

Folha de São PFolha Quotidiano

Minhocão passará a fechar mais cedo e durante o sábado inteiro

Doria  promulga lei que prevê transformação gradual em parque

8.fev.2018

Artur Rodrigues

São Paulo

     (…) O prefeito, porém, vetou artigo que possibilitaria que o espaço passasse a funcionar, em curto prazo, como um parque de maneira permanente. Por exemplo, o trecho que previa fechamento da via para carros nas férias escolares, em janeiro e julho, ficou de fora da nova legislação.

     Doria justificou que estudos técnicos da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) chegaram à conclusão de que a via não pode ser desativada até que “se proceda às melhorias no sistema viário a ser impactado em decorrência da desativação da via elevada em questão”. (…)

     Agora, a prefeitura terá de apresentar um PIU (Projeto de Intervenção Urbana), para detalhar o futuro do plano de transformar o Minhocão em parque, dentro do prazo de 720 dias.

     Os únicos pontos previstos são a transformação total ou parcial em parque. Foi vetada a possibilidade do desmonte total da estrutura, o que é motivo de polêmica.

     Enquanto há grupos favoráveis à transformação da estrutura em parque, há pessoas que cobram a retirada da estrutura da região.

     O grupo Desmonte Minhocão emitiu nota afirmando que Doria “perpetua monstrengo do Minhocão, imposto pelo [Paulo] Maluf”.

    O grupo afirma que a lei é um crime contra os moradores da região e que o Minhocão tem problemas de segurança, com mais de 1.500 pontos de infiltração”.

     Já Associação Parque Minhocão comemorou a medida. “Para nós é um super avanço”, diz o empresário Athos Comolatti, 63.

     O empresário afirma que o fato de ter se tornado oficialmente um parque deve facilitar a conquista de melhorias na infraestrutura do espaço, como a eventual colocação de banheiros, por exemplo.

https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/02/minhocao-passara-a-fechar-1h30-mais-cedo-e-durante-o-sabado-inteiro.shtml

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: http://www.minhocao.net.br/?p=40787

fev 09 2018

Imprensa MDM

Doria discrimina lideranças comunitárias e moradores e perpetua Minhocão de Maluf

Doria discrimina lideranças comunitárias,João Dória 2 moradores e perpetua Minhocão de Maluf

 

          Em Brasília desaba viaduto sem manutenção.

M4

          Em São Paulo, o Minhocão tem mais de 1.500 pontos de infiltração. Desde 2011 está sem manutenção. Arbustos crescem nas trincas, revelando a presença de água, o que compromete sua estrutura.

desmonte 49

        

          Perplexos, lideranças comunitárias e milhares de moradores receberam a notícia de que o Prefeito João Agripino Dória Jr. sancionou projeto de lei 10/14, considerado “atentatório a segurança e a saúde pública”, que impõe ”parque” sobre o Minhocão.

          O famigerado viaduto passa no meio de prédios residenciais e foi imposto pelo ex-Prefeito Paulo Maluf, causando uma série de problemas aos milhares de moradores e degradou quatro importantes bairros da região central da terceira maio metrópole do mundo.

          O artigo 132 do Código Penal caracteriza como “crime colocar pessoas em local com risco de vida e à saúde. O Minhocão está a 8 metros de altura e não tem as mínimas condições de segurança para os incautos, conforme Laudo Técnico do Comando do Corpo de Bombeiros.

          Sem falar na falta de segurança, invasão de privacidade e incomodidade insuportável aos mais de 230 mil moradores-eleitores, dos 4 bairros por onde passa o monstrengo.

          Em dois Ofícios ao Prefeito, as lideranças comunitárias, o Pároco da Matriz de Santa Cecília, Conego Alfredo Nascimento Lima, Síndicos e moradores, solicitaram um encontro ao Prefeito João Agripino Dória Jr., para serem democraticamente ouvidos. Lamentavelmente isso não ocorreu. Tal comportamento não compromete assim a imagem de “gestor” democrático?

PREFEITO JOÃO AGRIPINO DÓRIA Jr DISCRIMINA LIDERANÇAS E MORADORES

O Cônego Alfredo Nascimento Lima, Pároco da Igreja Matriz de Santa Cecília, juntamente com associações e lideranças comunitárias enviou Ofício ao Prefeito João Agripino Dória Jr., solicitando que “o referido PL 10/14 ( parque sobre o Minhocão ) seja vetado“, por ser “atentatório a saúde e segurança pública“, “invasão de privacidade e incomodidade insuportável” aos mais de 230 mil moradores.

Solicita ser atendido, juntamente com as lideranças comunitárias, para democraticamente serem ouvidos. E conclui apelando ao “seu sentimento cristão em se compadecer do sofrimento desses milhares de moradores“. O Prefeito João Agripino Dória Jr. sequer acusou recebimento do mencionado Ofício e em atitude de discriminação, não atendeu ao democrático pedido de ouvir a comunidade. 

Em nome dos 4 Consegs – Conselho de Segurança – da região central, o Dr. José Geraldo Santos Oliveira, Presidente do Conseg Santa Cecília, enviou carta Prefeito João Agripino Dória Jr. com idêntica solicitação. Novamente o alcaide sequer acusou recebimento do documento e não se dignou a democráticamente atender e ouvir as lideranças da área central.

Dória Oficio 2265

Doria Oficio PL 10 14

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: http://www.minhocao.net.br/?p=40758

fev 06 2018

Imprensa MDM

VIADUTO DESABA EM BRASÍLIA – EM SÃO PAULO, MINHOCÃO: TRAGÉDIA ANUNCIADA?

email dos leitores logO     MDM   TEM   UMA   MENSAGEM   PARA   VOCÊ

Folha QuotidianoParte de viaduto desaba

sobre Galeria dos Estados em Brasília

M4

      Parte de um viaduto desabou na região central de Brasília, pouco antes do meio-dia desta terça-feira (6), sobre quatro carros que estavam estacionados em uma via localizada embaixo da estrutura.

     (…) “Aparentemente há problemas na estrutura” A presidente do Crea-DF (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Distrito Federal) e engenheira civil, Fátima Có, disse que é preciso esperar que a perícia seja concluída no local.

     (…) “Brasília começa a [mostrar que é] uma cidade que já passa dos 50 anos”, Fátima Có, presidente do Crea-DF. (…)

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2018/02/06/parte-de-viaduto-desaba-no-centro-de-brasilia.htmO GLOBO log

Principal pista do DF está interditada; ninguém ficou ferido,

mas pode haver novos desabamentos, diz Defesa Civil.

Rollemberg admite que local precisava de manutenção

06/02/2018

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/parte-do-eixao-sul-desaba-no-centro-de-brasilia.ghtml

MINHOCÃO: TRAGÉDIA ANUNCIADA?

            Assiste-se  lamentavelmente a tragédias anunciadas, que poderiam ter sido evitadas como a Boate Kiss  (RS) onde centenas de jovens morreram em incêndio. Depois, o rompimento de barragem em Mariana (MG) que arrasou todo um distrito, com mortes e afetou inúmeras cidades.

            Agora, em plena capital federal, Brasília, parte de viaduto desaba, por falta de manutenção, conforme assumiu o governador.    

            Em São Paulo, reportagem da FOLHA DE SÃO PAULO alerta já há mais de dois anos sobre a estrutura do Minhocão, afetada com mais de 1.500 pontos de infiltração.

            Construído em 1970 e inaugurado em 1971 pelo ex-governador Paulo Maluf, o polêmico Minhocão com 46 anos de uso, apresenta centenas de pontos de infiltração, devido a falta de manutenção. 

*     *     *

Minhocão: Presença de árvores indica existência de água na estrutura.

Sem manutenção processo de corrosão se agrava.     

Panorama Central (Prefeitura Regional Sé)

http://www.panoramacentral.com.br/minhocao-presenca-de-arvores-indica-existencia-de-agua-na-estrutura-sem-manutencao-processo-de-corrosao-se-agrava/

Folha de São P

Ferrugem e umidade afetam estrutura do Minhocão

dizem especialistas

FELIPE SOUZA COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

M1

M2

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/01/1219593-ferrugem-e-umidade-afetam-estrutura-do-minhocao-dizem-especialistas.shtml

TVB13

TVB6

           Em recente entrevista a TV BRASIL, Dr. José Borelli Neto, arquiteto e urbanista, afirma:

        “Qualquer reaproveitamento do Minhocão, você vai manter … ele vai estar lá. Certo?

         Poluição de automóvel. Poluição do ar.

         Problema da umidade que tem embaixo, que não bate sol.

         Tem goteira. Tem vazamento. Essa coisa toda.

TVB3TVB4TVB2         Então, é um ambiente totalmente insalubre.

         Qualquer coisa que você faça nele, você vai manter essas características de insalubridade, a dificuldade para as habitações que estão em volta do Minhocão”. 

http://tvbrasil.ebc.com.br/reporter-sao-paulo/2017/12/vereadores-aprovaram-o-projeto-de-lei-que-cria-o-parque-minhocão

 

 

Curti(0)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: http://www.minhocao.net.br/?p=40745

jan 23 2018

Imprensa MDM

CARNAVAL 2018 – 3 LUGARES “INEGOCIÁVEIS” PARA DESFILE DE BLOCOS: MINHOCÃO, PRAÇA ROOSEVELT E AVENIDA PAULISTA

Desmonte MDM log

MPSP logo

Prefeitura Regional Sé log           No dia 22 de janeiro de 2018, às 14 horas, realizou-se no Auditório do Ministério Público de São Paulo, Audiência Pública para regramento do Carnaval.

          A sessão foi presidida pelo Promotor de Justiça de Urbanismo e Habitação, Dr. César Martins.

          Presentes: Monique Correa e Marcelo B. Zola, Representando a Prefeitura de São Paulo;

         Milton Persoli, representando a Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais;

         Prefeito Regional da Sé, Eduardo Odloack, acompanhado de Vitor Sampaio, Chefe de Gabinete;

         representando a Prefeitura Regional de Pinheiros, Fabricio Caruso, Chefe de Gabinete;

         Artur L. Rodrigues, Cristiane B. Montfort, Paulo H. Pozzeti, José J. Rebelo, Marcelo B. Zola, Maria M. N. Cabral e Júlio F. C. Paranhos, representantes da CET;

         Rodrigo S. Alencar, representando a SPTrans;

         Homero G. Cerqueira, Welton V. L. de Oliveira, Vinício A. V. Tavares, Marcos D. Fernandes, Luis F. G. into, Kauê F. dos Santos, Sérgio K. Horita, Adriano S. Fernandes, William Maciel, Osmário F. da Silva, representantes da Polícia Militar;

         Ronaldo C. da Silva, representando a Guarda Civil Metropolitana;

         Francisco G. Machado, representando o CONSEG – Conselho de Segurança – de Santa Cecília;

         Saul Nahmias e Flávia N. Batista, representando o CONSEG Bom Retiro;

         Marta L. Porta e Mari E. Menda, representando o CONSEG Consolação;

         Artur Monteiro Roçado, representando o CONSEG Bela Vista;

         Rodrigo Salles, representando o CONSEG Jardins e Paulista;

         Renan Fiuza, Globonews; Marcos Bararollo, TV Globo; Leandro Gouveia, TV Globo; Michelle Barros, TV Globo; Denise Ribeiro, CBN; Marcelo Mattos; Rádio Jovem Pan; Diego F. S. Santos,          representando a Beneficência Portuguesa, bem como representantes da sociedade civil e comércio local.

*   *     *

           Após a sessão, o Prefeito Regional da Sé, Eduardo Odloack concedeu a seguinte entrevista:

Desmonte FM com Eduardo no MP

           Francisco Machado (CONSEG Santa Cecília): Estamos aqui no Ministério Público, com o Prefeito Regional da Sé, Sr. Eduardo Odloack.

           Quantos blocos de Carnaval estão inscritos para esse ano de 2018?

           Eduardo Odloack: Francisco, nós temos 158 blocos inscritos, para a região da Sé. Somente na região da Sé, são 158. A idéia é credenciar todos aqueles que se manifestam com interesse em participar. Estamos trazendo eles para que possam fazer de forma planejada. Que se deixar eles fazerem, realizarem, fazendo seus blocos saindo nas ruas, sem prévio aviso, como já aconteceu, o que pode acontecer é o caos na cidade. Infelizmente não tem como … Se planejando, já tem alguma dificuldade, sem planejamento, o pessoal fazendo espontaneamente, aí teríamos problemas muito mais graves.

           Francisco Machado: Nessas reuniões com esses 158 blocos, quais foram os três pontos inegociáveis para o Carnaval?

           Eduardo Odloack: Três pontos inegociáveis: Paulista, tem um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), o Minhocão por conta da segurança e da PORTARIA que nós já publicamos e a Praça Roosevelt.

           São 3 pontos inegociáveis, que não haverá desfile de Carnaval, de bloco, nem concentração ou dispersão de pessoas.

______________________________________________________

MPSP log 1

(…) Trecho da Ata da Reunião no Ministério Público ______________________________________________________

          Francisco Machado: E nesses locais haverá fiscalização, policiamento, por parte da Prefeitura Regional da Sé?

          Eduardo Odloack: Fiscalização, policiamento. Nós vamos impedir qualquer manifestação que surja de bloco de Carnaval, que se concentrem pessoas nesses locais.

https://www.youtube.com/watch?v=fqqEMeVdZzo

http://www.minhocao.net.br/

https://www.facebook.com/movimentodesmontedominhocao/

[email protected]

 

 

Curti(1)Não Curti(0)

Link permanente para este artigo: http://www.minhocao.net.br/?p=40723

Posts mais antigos «